Levando em consideração que esta é uma das doenças mais mortais, os cientistas constantemente tentam encontrar uma cura para finalmente, pôr fim ao cancro. Esta erva é uma dessas curas e pode matar até 98% das células cancerosas em apenas 16 horas. Ou seja, de acordo com as pesquisas publicadas em “Ciências da Vida”, a artemisinina, um “absinto doce” ou derivado “Artemisia annua”, foi usada a séculos na medicina chinesa e pode matar 98% das células do cancro do pulmão em menos de 16 horas.

No Vietnã, a família de médicos Hoang tem utilizado a losna para o tratamento de câncer por anos. Ao longo de um período de 10 anos, trataram 400 pacientes com artemisinina, um dos três compostos a partir desta erva, juntamente com um programa nutricional anti-câncer abrangente. Os resultados mostraram 60% de redução das taxas a longo prazo. A família Hoang  recomenda um programa de terapia de dois anos com um câncer ativo.

A erva utilizada por si só, reduz as células de cancro do pulmão até 28%, mas em combinação com ferro, Artemisia annua “apaga com êxito e completamente” o cancro, e no experimento esta erva não teve impacto sobre células pulmonares saudáveis.

A artemisinina no passado foi usada como um poderoso remédio contra a malária, mas agora está provado que esta cura é também eficaz na luta contra o cancro. Quando os cientistas acrescentaram ferro durante a realização do estudo, que mais tarde anexado ao tecido pulmonar, especialmente para as células infectadas com cancro, a artemisinina selectivamente atacou células “más”, e deixou “boas” as células intactas.

“Em geral, nossos resultados mostram que a artemisinina deixa de factor de transcrição e intervém ‘E2F1’ na destruição de células cancerosas do pulmão, ou seja, apresenta uma forma de transcrição, segundo a qual os controles de artemisinina crescimento de células de cancro reprodutivo “, foi afirmado na conclusão das pesquisas realizadas no laboratório do cancro na Universidade da Califórnia. Depósitos de ferro nas células cancerosas, com especiais receptores que ajudam na divisão celular. As células normais também têm estes receptores, mas as células cancerosas têm-nos em grandes quantidades e de acordo com isso, as células cancerosas podem ser alvo combinação de ferro e de artemisinina.

Existem inúmeros experimentos realizados até agora e tudo o que eles provam que em combinação com ferro, a artemisinina pode efectivamente destruir o cancro, e este extracto foi usado na China há milhares de anos, como uma cura para a malária. Malária parasita não pode sobreviver na presença de artemisinina, porque é rico em ferro, e bio-engenheiros Henry Lai e Singh Narendra da Universidade de Washington foram os primeiros cientistas a descobrir isso.

Existem três formas de losna, mas os melhores resultados são a partir de extrato de artemisinina especialmente para uso do público em geral. Não há relato de efeitos colaterais graves. O Dr. Robert Rowen que utiliza esta terapia nos EUA, recomenda cautela com as fontes de produtos e verificação da potência correta. Outro cuidado é não tomar artemisinina durante a radioterapia. Se o ferro está baixo, então suplemente com ferro extra durante a terapia.

Em alguns casos, os tumores podem aumentar ou não mudam de tamanho até o andamento da terapia ou até mesmo após o fim do tratamento, por isso não desanime.

As dosagens de artemisinina são de 200 à 1000 mg por dia, para câncer ativo. Eles recomendam tomar a artemisinina com o estômago vazio antes de comer. Recomenda-se tomar com óleo de fígado de bacalhau, óleo de peixe ou produtos lácteos, como queijo cottage ou iogurte para melhorar a absorção do composto da losna.

Muitos outros acreditam que a terapêutica concomitante de enzimas pancreáticas, como coQ10 e chá verde podem dar resultados ainda melhores.

A losna é uma prima para a terapia de oxigênio, portanto, incluir quaisquer produtos de oxigênio juntamente com o calor (o qual as células cancerosas não podem tolerar) vai ajudar a dar a este programa uma maior taxa de morte para as células cancerígenas. Estas terapias incluem saunas, calor infra-vermelho, vapor e ervas altas em oxigênio como germânio e, claro, a losna.

Fontes:http://www.noticiasnaturais.com/2014/08/losna-a-nova-erva-contra-o-cancer/#ixzz3tpCbxNxC

Texto em inglês:

http://www.whydontyoutrythis.com/2014/01/amazing-herb-kills-98-cancer-cells-just-16-hours.html

Anúncios